O Programa da OCDE TALIS: enquadrando, medindo e vendendo professores de qualidade

Translated title of the contribution: The OECD TALIS Programme: framing, measuring and selling quality teachers

Tore Sorensen, Susan L. Robertson

Research output: Contribution to journalArticleResearchpeer-review

4 Citations (Scopus)

Abstract

Este artigo examina o papel fundamental da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) em coordenar as ações do problema da "qualidade dos professores" para a competitividade global, e o trabalho político em curso exercido pela OCDE e instituições aliadas na promoção da marca Professor de Qualidade™, por meio de uma pesquisa conhecida por Avaliação Internacional de Ensino e Aprendizagem (TALIS). Exploramos as políticas mais amplas no trabalho (docente) e as implicações do programa TALIS como uma ferramenta de construção política, processo e governança global. Ainda, mostramos uma dinâmica bifacetada no trabalho envolvendo a formação de instituições e processos em escala global para enquadrar, medir e vender uma marca particular de professor; aquele que é flexível, que privilegia o construtivismo como uma abordagem pedagógica e que usa 'evidências' para tomar decisões de ensino e aprendizagem. No conjunto, as atividades da OCDE no enquadramento, medição e venda do Professor de Qualidade™ - embora legitimada com a ideia da criação do novo professor profissional - desafia paradoxalmente a autoridade docente, realoca a governança dos professores em escala global e vende uma versão reduzida de possibilidades em relação à qualidade do professor.


This paper examines the pivotal role of the Organisation for Economic Cooperation and Development’s (OECD) in orchestrating the framing of the problem of ‘teacher quality’ for global competitiveness, and the ongoing political work of the OECD and allied institutions in promoting this brand of Quality Teacher™ through its Teaching and Learning International Assessment (TALIS). We explore the wider politics at work and the implications of TALIS as a political construct, process, and global governing tool and show a dual dynamic at work involving the formation of institutions and processes at a global scale, to frame, measure and sell a particular brand of teacher; one who is flexible, privileges constructivism as a pedagogical approach, and who uses ‘evidence ‘to make teaching and learning decisions. Taken together, the OECD’s activities in framing, measuring and selling the Quality Teacher™ - whilst legitimated as creating the new professional teacher – paradoxically challenges teacher authority, relocates the governing of teachers to the global scale, and sells a slimmed down version of possibilities regarding teacher quality.

Translated title of the contributionThe OECD TALIS Programme: framing, measuring and selling quality teachers
Original languagePortuguese
Pages (from-to)43-61
Number of pages19
JournalCurriculo sem Fronteiras
Volume20
Issue number1
DOIs
Publication statusPublished - Apr 2020
Externally publishedYes

Keywords

  • Education
  • OCDE
  • Teach professional

Cite this